As Torrentes da Primavera seguido de Um Gato à Chuva e Outros Contos

As Torrentes da Primavera seguido de Um Gato à Chuva e Outros Contos

avaliação dos leitores (2 comentários)
(2 comentários)
ISBN:978-972-38-2947-1
Edição/reimpressão:02-2016
Editor:Livros do Brasil
Código:77395
Coleção:Dois Mundos
ver detalhes do produto
14,40€
-10%
24H
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
EM
STOCK
14,40€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEm stock - Envio 24H

SINOPSE

Romance de estreia de Ernest Hemingway, publicado originalmente em 1926, As Torrentes da Primavera conta a história de dois homens - um deles escritor, o outro veterano de guerra, ambos funcionários de uma fábrica de bombas no norte do Michigan e os dois em busca da sua mulher ideal. Paródia à escola literária da sua geração, aos seus temas e estilos, este é um texto de juventude cheio de ironia por onde despontam já, com vigor, as valiosas características literárias que Hemingway viria a consolidar em numerosas obras de referência. E que são confirmadas pelo conjunto de catorze contos apresentados neste volume, escritos também nesses seus primeiros anos de criação.

Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Os clássicos valem sempre a pena
madalena |2018-11-21
Hemingway consegue sempre surpreender. Desta vez com contos. Parece que estamos a viver cada um deles na primeira pessoa. Sentimos o que ele sente, mesmo as coisas mais pesadas e tristes, como a morte do pai e o enorme orgulho que tinha nele. Vale muito a pena.
Bons contos
Paula Pereira |2017-07-20
O primeiro conto, que dá o título ao livro, é absolutamente genial.

DETALHES DO PRODUTO

As Torrentes da Primavera seguido de Um Gato à Chuva e Outros Contos
ISBN:978-972-38-2947-1
Edição/reimpressão:02-2016
Editor:Livros do Brasil
Código:77395
Coleção:Dois Mundos
Idioma:Português
Dimensões:152 x 235 x 17 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:208
Tipo de Produto:Livro
Ernest Hemingway nasceu em Oak Park, no Illinois, a 21 de julho de 1899, e suicidou-se em Ketchum, no Idaho, em julho de 1961. Em 1953 ganhou o Prémio Pulitzer, com O Velho e o Mar, e em 1954 o Prémio Nobel de Literatura. Romances como O Adeus às Armas ou Por Quem os Sinos Dobram, além do já citado O Velho e o Mar, consagraram-no como um dos grandes nomes da literatura do século XX.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK