Fiesta

Fiesta

avaliação dos leitores (3 comentários)
(3 comentários)
ISBN:978-989-711-049-8
Edição/reimpressão:07-2019
Editor:Livros do Brasil
Código:77012
Coleção:Dois Mundos
ver detalhes do produto
16,60€I
14,94€I
-10%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
16,60€I
14,94€I
COMPRAR
I10% DE DESCONTO IMEDIATO
IEm stock - Envio 24H
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

O enredo de Fiesta – O Sol Nasce Sempre decorre na Europa do pós-Primeira Guerra Mundial. À exceção do toureiro Pedro Romero, todos os seus heróis são expatriados dos Estados Unidos da América ou da Grã-Bretanha, e todos eles, quer busquem aventura ou algo indefinido com que preencher o vazio das suas vidas, se instalam em Paris. É esta Geração Perdida a protagonista deste que foi o romance que, lançado em 1926, estabeleceu Hemingway como um dos grandes autores do século XX. No centro da história estão Jake Barnes e Brett Ashley – ele, rapaz infeliz; ela, dona de uma exuberância vibrante – e o seu percurso da Paris boémia às brutais praças de touros de Espanha, em dias de falência moral e dissolução espiritual, de amor frustrado e ilusões perdidas. Este é um romance de culto do período de entre as duas guerras e um retrato brilhante de uma geração de jovens intelectuais que para sempre o marcariam.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

quem vê capas...
joaquim anacleto |2019-08-29
De facto, esta é feia, e duplamente, com aquele título falso entre parêntesis por baixo do legítimo; no mais, o primeiro livro de grande fôlego de Hemingway; imperdível, portanto
Sem rumo definido
DP |2018-09-25
É um retrato de um grupo de amigos boémios, de uma geração, no período pós-guerra, sem grandes ambições ou objectivos.

DETALHES DO PRODUTO

Fiesta
ISBN:978-989-711-049-8
Edição/reimpressão:07-2019
Editor:Livros do Brasil
Código:77012
Coleção:Dois Mundos
Idioma:Português
Dimensões:152 x 235 x 20 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:248
Tipo de Produto:Livro
Ernest Hemingway nasceu em Oak Park, no Illinois, a 21 de julho de 1899, e suicidou-se em Ketchum, no Idaho, em julho de 1961. Em 1953 ganhou o Prémio Pulitzer, com O Velho e o Mar, e em 1954 o Prémio Nobel de Literatura. Romances como O Adeus às Armas ou Por Quem os Sinos Dobram, além do já citado O Velho e o Mar, consagraram-no como um dos grandes nomes da literatura do século XX.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK