Ter e não Ter

Ter e não Ter

avaliação dos leitores (2 comentários)
(2 comentários)
ISBN: 978-972-38-2872-6
Edição/reimpressão: 01-2014
Editor: Livros do Brasil
Código: 77038
ver detalhes do produto
14,40€ I
8,64€ I
-50%
24H
EM
STOCK
COMPRAR
-50%
24H
EM
STOCK
14,40€ I
8,64€ I
COMPRAR
I 40% DE DESCONTO IMEDIATO + 10% EM CARTÃO
I Em stock - Envio 24H

SINOPSE

Ter e Não Ter é a história dramática de Harry Morgan, natural de Key West, e da sua luta para ganhar a vida e manter a família. Harry, dono e piloto de um barco de aluguer para expedições de pesca, é obrigado durante o período da Depressão dos anos 30 a traficar imigrantes chineses e bebidas alcoólicas ilegais de Cuba para a costa americana. As suas aventuras fazem-no envolver-se com a gente abastada e dissoluta do mundo dos desportos náuticos, e viver uma estranha e improvável história de amor. Cruelmente realista, Ter e Não Ter, que retrata uma das mais subtis e comoventes relações amorosas de toda a obra de Hemingway, é um grande romance de aventuras como só ele os sabia escrever.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Histórias de pessoas mal amadas
Paula Pereira | 2019-02-26
O livro leva-nos a Cuba e transborda a podridão da alma humana. A linguagem crua de Hemingway e o mar como o centro de tudo. Não é a sua melhor obra mas não deixem de ler.
Um marinheiro perdido no terreno
Fernandes | 2018-06-18
Esta obra é bastante bruta na linguagem, algo que é característico de Hemingway. Um enredo de amores e desamores em que um homem procura aliviar o desconforto do excesso de monotonia da sua vida. Recomendo para quem já tenha lido algo do autor, anteriormente.

DETALHES DO PRODUTO

Ter e não Ter
ISBN: 978-972-38-2872-6
Edição/reimpressão: 01-2014
Editor: Livros do Brasil
Código: 77038
Idioma: Português
Dimensões: 142 x 210 x 12 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 208
Tipo de Produto: Livro
Ernest Hemingway nasceu em Oak Park, no Illinois, a 21 de julho de 1899, e suicidou-se em Ketchum, no Idaho, em julho de 1961. Em 1953 ganhou o Prémio Pulitzer, com O Velho e o Mar, e em 1954 o Prémio Nobel de Literatura. Romances como O Adeus às Armas ou Por Quem os Sinos Dobram, além do já citado O Velho e o Mar, consagraram-no como um dos grandes nomes da literatura do século XX.
Ver Mais

QUEM COMPROU TAMBÉM COMPROU

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK