O Mistério da Escada de Caracol

Formatos disponíveis
7,70€ I
6,93€ I
-10%
24H
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
EM
STOCK
7,70€ I
6,93€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO IMEDIATO
I Em stock - Envio 24H

SINOPSE

Há férias que simplesmente não dão descanso. Decidida a aproveitar uns dias na ociosidade idílica do interior do país, Rachel Innes e os seus dois sobrinhos alugam uma enorme casa de verão conhecida como Sunnyside. Mas, para lá da beleza das habitações dispersas na paisagem, esconde-se a perversidade do mundo rural: a impunidade e o isolamento convenientes aos crimes mais horrendos. A tranquilidade das noites em Sunnyside é rapidamente esquecida quando sucessivas invasões à casa desencadeiam a morte de um homem, mesmo aos pés da misteriosa escada de caracol. Mary Roberts Rinehart ditou as regras de um novo género de policial conhecido pela fórmula «se eu soubesse», colocando a investigação não nas mãos do detetive, mas nas da protagonista que recolhe e oculta pistas até chegar, por si, ao culpado. Em 1908 publicou este que foi o seu romance de estreia e com o qual alcançou um êxito estrondoso: O Mistério da Escada de Caracol é um livro cheio de humor e, claro, com um criminoso (ou mais?) por capturar.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

O Mistério da Escada de Caracol
ISBN: 978-989-711-084-9
Edição/reimpressão: 10-2020
Editor: Livros do Brasil
Código: 77484
Coleção: Vampiro
Idioma: Português
Dimensões: 110 x 170 x 16 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 280
Tipo de Produto: Livro
Mary Roberts Rinehart nasceu em Pittsburgh, nos Estados Unidos da América, a 12 de agosto de 1876. Formada em enfermagem, cujos conhecimentos técnicos veio a aplicar com mestria nas tramas que concebeu, foi após uma queda de valores na Bolsa americana que Rinehart, vendo-se sem poupanças, começa a escrever as primeiras histórias. O seu livro de estreia, O Mistério da Escada de Caracol (1908), tornou-se um enorme êxito e é ainda hoje considerado um título pioneiro do romance policial. Responsável pelo desfecho «o culpado é o mordomo», que ficaria para sempre associado ao romance de mistério, a autora inovou e amplificou o género, destacando-se ainda com a obra O Homem da Cama n.º 10 (1909), ou a peça O Morcego, que serviria de inspiração à personagem de Batman. Morre em Nova Iorque, a 22 de setembro de 1958.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK