Morte no Verão

e Outras Histórias

ISBN: 978-989-711-230-0
Edição/reimpressão: 06-2024
Editor: Livros do Brasil
Código: 77581
Coleção: Dois Mundos
ver detalhes do produto
17,75€ I
15,98€ I
-10%
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
EM
STOCK
17,75€ I
15,98€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO IMEDIATO
I EM STOCK

SINOPSE

Morte no Verão e Outras Histórias apresenta dez dos contos mais extraordinários escritos por Yukio Mishima, publicados originalmente em revistas e compilados pelo próprio autor. Expressam, no seu conjunto, a inigualável habilidade de Mishima para retratar a forma como os mais diversos seres humanos enfrentam momentos decisivos. Gueixas que rezam à Lua pelos seus desejos, artistas em confronto com a tradição e consigo mesmos, um militar e a mulher que não o abandona na maior prova de lealdade à pátria, uma família que procura exorcizar uma tragédia: são estas algumas das personagens que percorrem estas páginas, cheias de dramatismo e de beleza.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Morte no Verão
ISBN: 978-989-711-230-0
Edição/reimpressão: 06-2024
Editor: Livros do Brasil
Código: 77581
Coleção: Dois Mundos
Idioma: Português
Dimensões: 152 x 235 x 19 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 208
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Literatura > Contos
Yukio Mishima, novelista e dramaturgo, pseudónimo de Kimitake Hiraoka, nasceu em Tóquio em 1925 e suicidou-se de forma mediática, praticando o ritual japonês seppuku, a 25 de novembro de 1970, manifestando assim a sua discordância perante o abandono das tradições japonesas e a aceitação acrítica de modelos consumistas ocidentais. O idealismo que enforma a sua obra e conduzirá a sua vida está enraizado no tradicionalismo militar e espiritual dos samurais, e a sua conceção da arte liga-se a um elevado culto da alma e do corpo. Mishima é um dos mais conhecidos escritores japoneses, várias vezes apontado como candidato ao Prémio Nobel da Literatura, e autor de obras inesquecíveis como Confissões de Uma Máscara (1948), O Templo Dourado (1956) ou O Marinheiro Que Perdeu as Graças do Mar (1963).
Ver Mais