2022-01-10

O lado mais negro do crime

Livros do Brasil publica A Maldição dos Dain, de Dashiell Hammett, o 42.º título da coleção de culto que presta homenagem aos grandes mestres do policial

Partilhar:

Publicado originalmente em 1929, A Maldição dos Dain é um dos mais emocionantes policiais escritos pelo mestre Dashiell Hammett. Narrada na primeira pessoa, na ótica do detetive Continental Op, esta história inspirou nos anos 70 uma série premiada com três Emmy.

 

O livro já se encontra em pré-venda e estará disponível nas livrarias a 13 de janeiro.

 

Nascido no romance Colheita Sangrenta – já publicado na coleção Vampiro da Livros do Brasil – Continental Op tem tanto de frio e implacável, quanto de generoso e abnegado. O protagonista desta história revelada pela primeira vez, em quatro fascículos, na revista Black Mask desarma-nos com o seu humor cínico à medida que a investigação, dividida em três partes e rica em volte-faces, se desenvolve.

 

SOBRE O LIVRO

 

Tudo indicava, desde o começo, que o roubo do diamante dos Leggett tinha sido arquitetado no seio da própria família: as descrições atabalhoadas do evento, os testemunhos contraditórios, pistas claras para deixarem o enigmático detetive Continental Op desconfiado. Quando Gabrielle Dain Leggett, a bela e rica herdeira, desaparece sem aviso prévio, todas as atenções da investigação se voltam naturalmente para ela. A cada passo dado, um fio negro de manipulações e mentiras começa a desenlaçar-se, enquanto à volta da jovem parece existir uma maldição que assassina com violência os que a cercam. Trata-se de um esconjuro familiar ou de facto de algo muito mais humano e perigoso?

 

SOBRE O AUTOR

 

Dashiell Hammett nasceu em 1894, no estado de Maryland, EUA. Começou a trabalhar aos catorze anos para ajudar a sustentar a família e em 1915, tinha então vinte e um anos, foi contratado pela Agência de Detetives Pinkerton. Este período serviu-lhe de inspiração para a escrita de policiais. A sua carreira literária iniciou-se com a publicação de contos na revista Black Mask, protagonizados desde logo pelo investigador Continental Op, um verdadeiro "duro" com vinte anos de experiência, que seria o herói do seu livro de estreia, Colheita Sangrenta, lançado em 1929. O Falcão de Malta, publicado em 1930, é a primeira obra onde surge outra das suas personagens marcantes, o detetive Sam Spade, e continua a ser até hoje o seu livro mais famoso, tendo sido frequentemente transposto para o cinema. Completam a obra essencial de Hammett os títulos A Maldição dos Dain (1929), A Chave de Cristal (1931) e O Homem Sombra (1934). Juntamente com Raymond Chandler, Dashiell Hammett introduziu o realismo nas histórias de detetives e é considerado o pai do género hard-boiled. Faleceu em Nova Iorque a 10 de janeiro de 1961.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK