Sinais de Fogo

avaliação dos leitores (4 comentários)
(4 comentários)
Formatos disponíveis
11,00€ I
-10%
24H
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
24H
EM
STOCK
11,00€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Em stock - Envio 24H

SINOPSE

Com uma escrita que se prolongou por mais de vinte anos, interrompida apenas pela morte do autor, Sinais de Fogo é o único romance de Jorge de Sena e uma das mais importantes obras da literatura portuguesa do século xx.

Entre a Lisboa dos últimos tempos de liceu e a Figueira da Foz do veraneio, um jovem Jorge vê-se despertar para o amor, para a sexualidade, para a realidade política e social, num momento em que a guerra civil está prestes a eclodir em Espanha e em que em Portugal a ditadura dá os seus primeiros sinais inequívocos. E, simultaneamente, este jovem descobre-se poeta.

Romance de formação que é também o retrato de uma geração no centro da turbulência que marcou a história da Península Ibérica nos anos 30, Sinais de Fogo foi publicado, inacabado, um ano após a morte do autor, em 1979, e é considerado a obra-prima deste que é um dos nomes maiores das letras portuguesas.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Gaiola de Vidro
José Nogueira Pinto | 2020-08-13
Mas o que nos distingue não existe. Lê-se no único romance que Jorge de Sena nos presenteou. Fui guiado por Lisboa e sobretudo pela Figueira da Foz de uma maneira fantástica acompanhando as venturas e as desventuras do jovem Jorge que nos fala, entre tantas coisas belas, da vida como de uma gaiola de vidro se tratasse. Recomendável, portanto.
"Sinais de Fogo" de Jorge de Sena
Pedro Quintela | 2020-05-31
Um poderoso retrato de uma certa juventude burguesa portuguesa, de perfil claramente urbano, durante os anos 30 do século passado, passado entre Lisboa e a Figueira da Foz. Muitíssimo bem escrito e profundamente político, Jorge de Sena aborda com mestria neste romance, as dimensões mais pessoais e íntimas/sexuais que marcaram algumas mudanças na sociedade portuguesa destes anos, com um olhar particularmente atento a aspectos de transformação sociais e políticos mais globais, decorrentes o endurecimento do Estado Novo neste período, sob a ameaça latente do eclodir da Guerra Civil espanhola. Uma última nota para referir que apesar da extensão da obra (ultrapassa as 600 páginas), esta edição de bolso revela-se relativamente fácil de manejar.

DETALHES DO PRODUTO

Sinais de Fogo
ISBN: 978-972-38-3006-4
Edição/reimpressão: 10-2019
Editor: Livros do Brasil
Código: 77425
Coleção: Miniatura
Idioma: Português
Dimensões: 120 x 180 x 28 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 632
Tipo de Produto: Livro
Jorge de Sena nasceu em Lisboa a 2 de novembro de 1919 e morreu em Santa Bárbara, na Califórnia, a 4 de junho de 1978. Licenciado em Engenharia Civil pela Faculdade de Engenharia do Porto, parte para o exílio no Brasil em 1959 e aí doutora-se em Letras e torna-se regente das cadeiras de Teoria da Literatura e de Literatura Portuguesa. Muda-se para os Estados Unidos da América em 1965, lecionando na Universidade de Wisconsin e, anos depois, na Universidade da Califórnia. Poeta, ficcionista, dramaturgo, ensaísta e tradutor, é considerado um dos mais relevantes escritores de língua portuguesa do século XX, autor de títulos como Metamorfoses (1963), Os Grão-Capitães (1976), O Físico Prodigioso (1977) e Sinais de Fogo (1979), este último considerado a sua obra-prima.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK