Crime na Alta-Roda

Crime na Alta-Roda

Formatos disponíveis
7,70€
6,93€
-10%
24H
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
EM
STOCK
7,70€
6,93€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO IMEDIATO
IEm stock - Envio 24H

SINOPSE

Por altura das Cruzadas, o pequeno estado de Averna, nos Balcãs, fora oferecido a uma família de pioneiros britânicos e, durante séculos, parecendo sem valor, permaneceu esquecido. Mas após um terramoto que abalou o centro europeu, o contexto é alterado e aquele território adquire primordial importância para a Coroa inglesa. Após anos e anos de abandono, será possível encontrar provas da sua legítima propriedade?

É esta a missão que é confiada ao irreverente detetive Albert Campion. Juntamente com três fiéis companheiros de armas, parte em direção à aldeia de Pontisbright, em busca dos herdeiros de Averna, e instala-se no moinho a cargo da bela Amanda Fitton. Certa de poder ajudar na resolução do enigma, aquela mulher de cabelos de fogo vai juntar-se a Campion na investigação e não hesitará em enfrentar com ele os perigos mais inesperados – quando no seu caminho se atravessa um criminoso disposto a tudo para atingir os seus próprios fins.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Crime na Alta-Roda
ISBN:978-972-38-3085-9
Edição/reimpressão:12-2018
Editor:Livros do Brasil
Código:77457
Coleção:Vampiro
Idioma:Português
Dimensões:110 x 170 x 13 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:304
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Policial e Thriller
Margery Allingham nasceu em Londres a 20 de maio de 1904. Incentivada pelo pai a escrever, publicou o primeiro conto aos treze anos numa revista e aos dezanove lançou o seu primeiro romance, Blackkerchief Dick: A Tale of Mersea Island, uma narrativa de suspense histórico. Estreou-se nas obras policiais em 1928, com The White Cottage Mystery, e no ano seguinte apresentou, em The Crime at Black Dudley, então ainda como personagem secundária, Albert Campion, o detetive que marcaria presença em cerca de duas dezenas dos seus romances e outros tantos contos. Com uma escrita marcada pela sofisticação, pela inteligência e por um apurado sentido de atenção ao detalhe, os seus policiais estão entre os mais reputados clássicos da literatura de mistério. Margery Allingham faleceu a 30 de junho de 1966.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK