A Pista do Alfinete Novo

A Pista do Alfinete Novo

Formatos disponiveis
7,70€
6,93€
-10%
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
EM
STOCK
7,70€
6,93€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO IMEDIATO
IEm stock - Envio imediato

SINOPSE

Jesse Trasmere é um homem de negócios obscuros, com fortuna feita na China e guardada a sete chaves na cave de casa. O apego que tem ao dinheiro contrasta com o do seu sobrinho, Rex Lander, que esbanja a generosa mesada que recebe num sem-fim de extravagâncias. Certo dia, Trasmere informa o mordomo, Walters, de que vai ausentar-se por um curto período, de forma a evitar o encontro com alguém do seu passado. Como se explica então que apareça fechado dentro da sala-forte da sua própria casa, morto a tiro pelas costas? E que a única chave para aquela sala esteja no seu interior, pousada sobre a mesa? E, ainda, o que farão aí as joias roubadas a Ursula Ardfern, atriz por quem Rex Lander está loucamente apaixonado? A única pista no local do crime é um alfinete. Um mistério de quarto fechado com sabor oriental, publicado originalmente em 1923 por Edgar Wallace, à data o autor mais lido em Inglaterra.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

A Pista do Alfinete Novo
ISBN:978-972-38-2987-7
Edição/reimpressão:03-2017
Editor:Livros do Brasil
Código:77414
Coleção:Vampiro
Idioma:Português
Dimensões:110 x 170 x 15 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:248
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Policial e Thriller
Edgar Wallace nasceu em Londres a 1 de abril de 1875 e foi um prolífico jornalista, dramaturgo e romancista. Abandonando a escola aos doze anos, Wallace alista-se no exército aos dezoito e passa sete anos na África do Sul, onde se estreia no jornalismo como correspondente da agência Reuters. Regressa ao Reino Unido em 1901 e publica em 1905 o romance Os Quatro Homens Justos, o primeiro de mais de cento e setenta títulos que publicaria ao longo de vinte e sete anos. Mais do que a construção de problemas complexos que desafiassem o leitor, Wallace privilegiou a elaboração de histórias policiais de ação e aventura, de ritmo acelerado, num estilo cinematográfico que resultou com efeito na adaptação ao cinema de vários dos seus livros, tendo sido inclusive coargumentista do filme King Kong de 1933. Morreu em Hollywood a 10 de fevereiro de 1932.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK