Santos e Pecadores

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
Formatos disponíveis
15,50€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
15,50€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Envio até 48 horas
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

Além de reputado romancista, contista, autor de peças de teatro e de argumentos para filmes, Graham Greene foi também um mestre na escrita ensaística. No volume que aqui se apresenta, com seleção e prefácio de Pedro Mexia, reúnem-se alguns dos seus textos mais marcantes, produzidos ao longo de cinco décadas e publicados em diferentes volumes, e que abrem uma janela sobre os temas que mais fascinaram este que foi um dos grandes autores britânicos do século XX: outros escritores e artistas, a igreja católica, figuras revolucionárias, o mundo do cinema. «Foi o tédio que me levou a escrever e a injustiça que me forneceu os temas», revela nestas páginas. «As injustiças de que me apercebo não me encolerizam; melhoram os meus poderes de observação. A distância é um dos requisitos da boa literatura.»
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Ensaio teológico
JN | 2019-11-25
Conjunto de textos ensaísticos de carácter teológico em que Graham Greene toma partido pelos oprimidos e expõe a sua hostilidade por tudo o que considera humanamente injusto.

DETALHES DO PRODUTO

Santos e Pecadores
ISBN: 978-972-38-3093-4
Edição/reimpressão: 04-2019
Editor: Livros do Brasil
Código: 77460
Coleção: Dois Mundos
Idioma: Português
Dimensões: 152 x 235 x 11 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 136
Tipo de Produto: Livro
Escritor inglês nascido em 1904 e falecido em 1991. Henry Graham Greene, tendo vivido um infância dolorosa, estudou em Oxford e foi jornalista (1926-1929), crítico de cinema (1935-1939) e diretor literário de vários jornais e editoras. A sua obra é muito vasta, repartindo-se entre romances, "entertainments" (termo por ele próprio adotado), peças de teatro, coletâneas de contos e novelas, ensaios, livros para crianças e argumentos cinematográficos. Podem destacar-se The Basement Room (1935), The Power and Glory (1940), The Heart of the Matter (1948), The End of the Affair (1952), The Potting Shed (1959) e Carving a Statue (1964).
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK