2017-06-06

O livro de estreia de Anna Katharine Green, a «avó do romance policial»

O Caso da Quinta Avenida chegou a Portugal por Fernando Pessoa, que iniciou a tradução do livro.

Partilhar:

A Livros do Brasil publica a 8 de junho, O Caso da Quinta Avenida, o romance de estreia daquela que viria a ser apelidada de «avó do romance policial», Anna Katharine Green. Conhecido entusiasta da literatura policial, foi Fernando Pessoa quem iniciou a tradução deste livro, completada por Catarina Rocha Lima. Aquando da publicação nos EUA, em 1878, esta foi uma obra marcante: por um lado, por ter sido escrita por uma mulher; por outro, pelo imediato sucesso, com mais de um milhão de exemplares vendidos.


Na biblioteca da sua mansão da Quinta Avenida, em Nova Iorque, o milionário Horatio Leavenworth é encontrado sem vida, tombado sobre a secretária. Não tarda a que se perceba que esta morte não foi acidental e todos os moradores da casa são considerados suspeitos: desde as suas sobrinhas Mary e Eleanor ao seu digno mordomo e aos restantes serviçais. O detetive Ebenezer Gryce, homem corpulento que nunca estabelece contacto visual direto com ninguém, terá de recorrer a todas as habilidades para não se deixar iludir e para conseguir desvendar os segredos mais obscuros que se escondem entre os brilhos do palco nova-iorquino dos finais do século XIX.

SOBRE A AUTORA

Anna Katharine Green nasceu em Brooklyn, Nova Iorque, em 1846 e faleceu em 1935. Em 1878 publicou a sua primeira história de crime, O Caso da Quinta Avenida (The Leavenworth Case, no título original), alcançando êxito imediato. Tendo sido uma das primeiras mulheres a escrever obras policiais, Green marcou o género com características que viriam a influenciar autores como Agatha Christie ou Arthur Conan Doyle e é hoje apelidada de «avó do romance policial». Com uma obra de mais de quarenta títulos, destacam-se livros como The Affair Next Door (1897), onde introduz a solteirona intrometida Amelia Butterworth, considerada a precursora de Miss Marple, ou The Golden Slipper and Other Problems for Violet Strange (1915), um conjunto de contos policiais centrados naquela que foi uma das primeiras mulheres a desempenhar funções de detetive particular na literatura norte-americana.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK