2017-05-04

Colheita Sangrenta, de Dashiell Hammett

Romance de estreia de Dashiell Hammett pela primeira vez na Livros do Brasil.

Partilhar:

Colheita Sangrenta foi o primeiro romance escrito por Dashiell Hammett e é muito mais do que um soberbo exemplo de ficção policial – é também uma história magnífica sobre a corrupção e a violência na América dos anos 20 e um texto revelador da genialidade que viria a fazer de Hammett um dos grandes nomes da história da literatura policial. Publicado originalmente em 1929, é a 4 de maio lançado pela Livros do Brasil.


O agente da Continental protagonista desta história é contratado para resolver um caso em Personville – também conhecida como Poisonville –, mas o seu cliente, aquele que parece ser o único homem honesto da cidade, é assassinado ainda antes de se encontrarem. Com o objetivo de controlar as greves dos trabalhadores, fora o próprio pai da vítima quem fizera entrar na cidade uma série de gangues que rapidamente se tornaram os seus senhores. Agora terá de ser o agente da Continental a tomar o assunto em mãos, ainda que para isso se veja obrigado a usar os mesmos métodos sangrentos dos seus adversários.

SOBRE O AUTOR

Dashiell Hammett nasceu em 1894, no estado de Maryland, EUA. Com vinte e um anos, foi contratado pela Agência de Detetives Pinkerton e este período serviu-lhe de inspiração para a escrita de policiais. A sua carreira literária iniciou-se com a publicação de contos na revista Black Mask, protagonizados desde logo pelo investigador Continental Op, que seria o herói do seu livro de estreia, Colheita Sangrenta. O Falcão de Malta, publicado em 1930, é a primeira obra onde surge outra das suas personagens marcantes, o detetive Sam Spade, e continua a ser até hoje o seu livro mais famoso, tendo sido frequentemente transposto para o cinema. Completam a obra essencial de Hammett os títulos A Maldição dos Dain (1929), A Chave de Cristal (1931) e O Homem Sombra (1934). Juntamente com Raymond Chandler, Dashiell Hammett introduziu o realismo as histórias de detetives e é considerado o pai do género hard-boiled. Faleceu em Nova Iorque a 10 de janeiro de 1961.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK